Quem é o GOAT? O Debate Sobre o Melhor de Todos os Tempos em Quatro Esportes

Jordan

No esporte, não importa a modalidade, sempre haverá grandes discussões em torno do que acontece dentro das competições. E um dos assuntos que mais tem rendido debates nos últimos anos é sobre quem é o melhor atleta da história em cada atividade esportiva.

Bastante utilizado pelos fãs e pela própria imprensa, o termo GOAT é a sigla de “Greatest of All Time” ou “maior de todos os tempos”, na tradução livre para o português. O grande problema para definir o melhor competidor é que se trata de uma questão que pode ser objetiva ou subjetiva. Afinal, o que vale mais: números, desempenho, habilidade, carisma, atitudes extracampo ou um conjunto de tudo isso?

Em pelo menos quatro esportes diferentes, os debates em torno do GOAT são bem acalorados e todos os postulantes possuem seus prós e contras para serem escolhidos ou não.

Poker

Em pleno 2023 tem quem ainda não saiba, mas o poker é considerado um esporte da mente no mundo todo desde 2010, o que o torna totalmente elegível para esta lista. Nas disputas de Texas Hold’em, a categoria mais popular das mesas de feltro verde, existem pelo menos dois nomes que concorrem ao posto de melhor jogador de todos os tempos.

O primeiro deles é o norte-americano Phil Hellmuth, o único a possuir 17 braceletes de ouro da World Series of Poker, a Copa do Mundo da modalidade, se tornando o maior campeão do circuito. Hoje com 59 anos de idade, ele faz parte do Hall da Fama do Poker desde 2007 e tem como principais conquistas o título dos eventos principais da WSOP de 1989 e WSOPE (Europa) de 2012.

Concorrente direto de Hellmuth, Daniel Negreanu está entre os três maiores vencedores de torneios de poker ao vivo da história, com ganhos milionários, além de ser o único a receber a nomeação de Jogador do Ano da WSOP por mais de uma vez, em 2004 e 2013. O canadense de 49 anos também faz parte do Hall da Fama desde 2014.

Futebol

Antigamente, os debates sobre os melhores jogadores de futebol de todos os tempos se reduziam a Pelé e Maradona. Com o passar do tempo, os feitos do eterno camisa 10 do Boca Juniors e da Seleção Argentina foram superados pela maestria de outro baixinho canhoto da Albiceleste: Lionel Messi.

Messi

Maior rival do português Cristiano Ronaldo na atualidade, Messi deixou o concorrente para trás de uma vez por todas com o título da Copa do Mundo em 2022 e divide hoje o posto de GOAT com o Rei do Futebol. Enquanto o argentino possui um mundial, quatro Ligas dos Campeões e oito Bolas de Ouro, Pelé tem três Copas, duas Libertadores e foi eleito o maior atleta do século 20. Briga dura!

Basquete

Eles sequer são os maiores vencedores da NBA. Bem longe disso. Mas se existem dois nomes que brigam diretamente pelo posto de GOAT do basquete, eles são os de Michael Jordan e LeBron James. Enquanto o hexacampeão pelo Chicago Bull marcou uma geração com um desempenho formidável e físico impressionante, o atual camisa 6 do Los Angeles Lakers é um destruidor de recordes.

Jordan foi eleito seis vezes MVP das Finais e outras cinco da temporada regular. Possui ainda o maior número de pontos em uma única partida de playoffs (63). Por sua vez, James foi campeão por três franquias diferentes (cinco títulos ao todo) e se tornou em 2023 o maior pontuador da história da liga norte-americana e também o jogador com mais minutos jogados na competição.

Tênis

Talvez o debate mais acirrado da atualidade gire em torno do Big 3 do tênis. O grupo formado por Novak Djokovic, Rafael Nadal e Roger Federer está constantemente em pauta nos fóruns de fãs, páginas especializadas e até na imprensa. O mais impressionante de tudo é que os três jogaram ao mesmo tempo, e, juntos, dominaram a modalidade.

Olhando friamente os números, o sérvio é quem tem a maior vantagem na briga pelo GOAT. São 24 títulos de Grand Slam (o espanhol tem 22 e o suíço, 20), mais de 400 semanas na liderança do ranking (Nadal parou nas 209 e Federer em 310), além da vantagem em troféus de Masters 1000 e ATP Finals. Do ponto de vista mais subjetivo, Roger e Rafa foram jogadores que transcenderam o esporte, conquistaram mais fãs e se envolveram menos em polêmicas. Mas o que realmente conta nessa hora?

Escrito por Portalpower

É pai de família, full stack na vida, gamer, apaixonado por tecnologia, gosta de silêncio e brownie com café ou Coca-Cola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *