Sony compra Bungie, criadora do videogame Halo, em acordo de US$ 3,6 bilhões

A guerra só está começando, Sony contra-ataca e comprará criadora de Halo

Halo

A Sony Interactive Entertainment vai adquirir a Bungie Inc, criadora de videogames “Halo” e “Destiny”, em um acordo avaliado em 3,6 bilhões de dólares, tornando-se o mais recente de uma onda de consolidação que varre o setor de jogos.

Sony compra Bungie
Sony compra Bungie

No início de janeiro, a Microsoft Corp ofereceu quase US$ 70 bilhões para comprar a fabricante de “Call of Duty” Activision Blizzard, enquanto a fabricante de “Grand Theft Auto” Take-Two  ofereceu US$ 11 bilhões pela Zynga fabricante de “Farmville”.

Sony

A Bungie, com sede em Bellevue, Washington, que trabalhou na série de videogame “Halo” quando de propriedade da Microsoft, separou-se da gigante do software para se tornar privada em 2007. Ela trabalhou em vários títulos, incluindo “Marathon” e “Myth”, e se juntar à linha PlayStation da Sony, disse a empresa em um blog.

A aquisição permitirá que a fabricante de consoles PlayStation alcance mais jogadores com novos jogos em um espaço competitivo onde está de igual para igual com os consoles Xbox da Microsoft.

“Este é um passo importante em nossa estratégia para expandir o alcance do PlayStation para um público muito mais amplo”, disse Jim Ryan, que lidera a unidade da Sony Corp, responsável pela marca PlayStation.

Halo
Halo

O espaço dos videogames está se consolidando rapidamente para aproveitar um aumento na demanda criado pela pandemia, com novos acordos borrando as linhas entre as empresas de jogos para PC e dispositivos móveis, à medida que essas empresas buscam novos fluxos de receita.

O setor está correndo para um novo recorde de US$ 150 bilhões em negócios, financiamentos e IPOs este ano, de acordo com a empresa de banco de investimento Drake Star Partners.

A Sony Interactive Entertainment adquiriu seis empresas de jogos em 2021, incluindo a Valkyrie Entertainment, fabricante de “God of War”.

A Bungie será uma unidade independente da Sony Interactive Entertainment e administrada por seu conselho presidido pelo CEO Pete Parsons e equipe.

Informações da Reuters

Escrito por Portalpower

É pai de família, full stack na vida, gamer, apaixonado por tecnologia, gosta de silêncio e brownie com café ou Coca-Cola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.