Como melhorar a taxa de rejeição no seu site WordPress

Dicas para melhorar a taxa de rejeição (Bounce Rate) no seu site WordPress e ranquear melhor no Google

Uma introdução à taxa de rejeição (Bounce Rate)

Você configurou seu site wordpress e está começando a receber tráfego para suas páginas. 

Construir um site pode ser um trabalho árduo, mas você chegou até aqui. 

Agora, como você pode fazer com que os visitantes permaneçam em seu site e examinem suas páginas? 

Você já visitou um site e depois de ver a primeira página, decidiu voltar ao Google para procurar outra coisa? 

Isso é chamado de Bounce Rate ou taxa de rejeição. É a porcentagem de visitantes do site que chegam ao seu site e saem antes de visitar outra página. 

Hoje queremos compartilhar um pouco mais sobre a taxa de rejeição e dar algumas etapas para ajudar a diminuir a taxa de rejeição do seu site.

Usuario irritado porque site nao carrega
Usuário irritado porque site não carrega rapidamente

Alta taxa de rejeição “Bounce Rate” : como isso afeta seu site

Se o seu site WordPress tiver uma alta taxa de rejeição, isso pode ser prejudicial para o seu negócio. Ele pode diminuir a receita de anúncios, diminuir as classificações de SEO e limitar as conversões em seu site. Ao dar aos seus usuários um conteúdo mais valioso, você está permitindo que eles tenham mais tempo para se engajarem com seu produto ou serviço. 

Isso pode ajudar a aumentar sua taxa de conversão.

A taxa de rejeição para sites WordPress é frequentemente ignorada por webmasters e proprietários de empresas. É por isso que é importante dar atenção a essa métrica e obter uma vantagem competitiva em sites rivais.

Como verificar sua taxa de rejeição no Google Analytics

Se você não configurou o Google Analytics em seu site, pode fazê-lo seguindo as instruções do guia encontrado AQUI . Verificar sua taxa de rejeição no Google Analytics é fácil de concluir. Vá para sua página do Google Analytics e clique na guia “Visão geral” em “Público”. Sua taxa de rejeição é exibida como uma porcentagem junto com suas visualizações de página, sessões, usuários e duração média. Para uma análise mais aprofundada, você deve verificar a taxa de rejeição de páginas individuais. Você também pode verificar a porcentagem de usuários que usam tablets, desktops e dispositivos móveis.

google analytics
google analytics

Qual é a taxa de rejeição perfeita?

A taxa média de rejeição para sites WordPress é de cerca de 40%. Como regra geral, você deve apontar para uma taxa de rejeição entre 40% e 50%. Qualquer coisa abaixo de 30% ou acima de 70% significa que você tem problemas com seu site ou ele não está sendo medido corretamente.

Razões legítimas para alta taxa de rejeição

Embora a taxa de rejeição perfeita deva ser em torno de 40%, existem algumas razões legítimas para uma taxa de rejeição acima do normal. Aqui estão alguns exemplos:

– Tráfego de mídia social e tráfego
pago Anúncios pagos e campanhas de mídia social tendem a ter uma taxa de rejeição mais alta, enquanto o tráfego orgânico geralmente terá uma taxa de rejeição mais baixa. Se você estiver executando uma campanha de tráfego pago, a taxa de rejeição geral do seu site pode ser maior. Embora isso não seja motivo para se preocupar, pode significar que sua campanha de tráfego pago não está segmentando o público-alvo adequado. Também pode significar que suas páginas de destino não estão otimizadas para conversões.

– Postagens
do blog Seu blog pode trazer muito tráfego se for gerenciado e atualizado corretamente. as postagens de log tendem a ter uma taxa de rejeição mais alta do que as páginas normais do site. Isso ocorre porque os usuários entram, leem as informações que lhes interessam e depois saem da página. Os blogs também tendem a atrair um público específico que procura um tópico específico, em vez de visitantes com a intenção de comprar seu produto ou serviço. Se você está obtendo uma alta taxa de rejeição em seu blog de alto tráfego, deve direcionar esse tráfego suculento para seu funil de vendas por meio de chamadas para ação.

– Usuários
móveis Os visitantes móveis tendem a ter uma taxa de rejeição mais alta. Se o seu site recebe a maioria das visualizações de dispositivos móveis, é provável que sua taxa de rejeição média seja alta.

Como melhorar a taxa de rejeição em um site WordPress

Melhorar a taxa de rejeição do seu site WordPress pode ser um desafio. Algumas mudanças não são particularmente difíceis, enquanto outras podem precisar de mais trabalho. As alterações na interface do usuário podem ajudar sua taxa de rejeição. Nas etapas abaixo, compartilharemos etapas específicas sobre como melhorar a taxa de rejeição do seu site.

Best content user

#1 – Crie um conteúdo melhor para seus visitantes

Os visitantes do seu site estão sempre procurando conteúdo valioso e perspicaz sobre um produto ou serviço. Eles estão honestamente interessados ??em algo que você pode oferecer, então por que não oferecer conteúdo genuíno? Satisfazer as necessidades deles reduzirá sua taxa de rejeição e aumentará sua taxa de conversão geral. Isso também pode ajudá-lo a se tornar um especialista em seu campo.

Formatação adequada do usuário e posicionamento de palavras-chave
Ao usar palavras-chave em seus títulos e cabeçalhos, você permite que os usuários examinem rapidamente o texto e julguem se é valioso para eles ou não. As imagens também são importantes, pois ajudam a criar espaço entre o texto e dar alguma variedade.

Tenha um call to action (CTA)
claro Ter um call to action claro ajudará seus usuários a saber o que precisam fazer para obter uma cotação de preço para um produto ou serviço. Qualquer site é uma jornada e call to actions são sinalizadores que traçam seu curso.

Conheça seu público
Conheça mais seus visitantes e forneça informações relevantes de acordo com suas necessidades. Isso também é importante se você tiver um site de nicho. Seus visitantes recompensarão seus esforços com conversões mais altas e mais leads.

#2 – Melhore sua velocidade de carregamento

Hoje em dia, sites de carregamento lento são coisa do passado. Sua taxa de rejeição pode ser causada devido a velocidades de carregamento lentas. Sites lentos podem fazer com que seus visitantes saiam se uma página demorar mais de 3 a 3,5 segundos para carregar.

Teste a velocidade de carregamento do seu site usando o GTmetrix e tente implementar suas sugestões. Obter um plugin de cache para o seu site WordPress também é uma ótima ideia. WP Super Cache e W3 Total Cache são apenas alguns dos melhores plugins para o trabalho. Se você seguiu essas etapas e ainda não está satisfeito com sua velocidade de carregamento, você pode atualizar seu pacote de hospedagem para aumentar a velocidade .

#3 – Foco na experiência do usuário

Se os visitantes não conseguirem navegar pelo seu site com facilidade, você terá uma enorme taxa de rejeição. Existem algumas dicas fáceis de implementar que você pode usar para melhorar a experiência do usuário e diminuir a taxa de rejeição.

Ser responsivo

Ter um site responsivo é essencial hoje em dia, pois cada vez mais usuários navegam na internet e fazem compras através de celulares. Se você deseja criar um site WordPress, é uma boa ideia escolher um tema responsivo .

Facilite a navegação

Barras laterais, menus e barras de pesquisa são para ajudar seus visitantes a encontrar e ler conteúdo valioso. Concentre-se em otimizar o posicionamento e a visibilidade dessas ferramentas.

Organize seu conteúdo

Online deve ser sempre agradável. Considere tornar seu conteúdo fácil de ler adicionando listas, marcadores e muito espaço em branco.

link e link conteudo

Links internos

Sempre tenha links internos em todos os posts do seu blog. É ótimo para otimização de mecanismos de pesquisa (SEO), bem como para seus usuários. Isso permite que eles acessem rapidamente os artigos que podem achar interessantes.

#4 – Divida posts mais longos

Se você estiver publicando postagens ou artigos de blog muito longos, poderá dividi-los em várias páginas introduzindo uma tag de próxima página em sua postagem. Com isso dito, você não deve abusar dessa técnica, pois ter muitas páginas e pouco conteúdo pode tornar seu artigo menos fácil de ler. Isso pode realmente aumentar sua taxa de rejeição. Idealmente, você deve criar artigos que sejam longos o suficiente para serem lidos em poucos minutos. Se o seu post tiver mais de 2.000 palavras, considere dividi-lo.

#5 – Definir links para abrir em novas janelas

Ao configurar os links para abrir em uma nova janela, você não apenas ajuda o visitante e a experiência geral do usuário, mas também reduz sua taxa de rejeição. Ao configurar seus links externos para abrir na mesma guia, você cria algo chamado fadiga do botão Voltar. É quando os usuários precisam apertar o botão Voltar várias vezes para retomar a leitura de um artigo. Definir links para abrir em novas janelas é muito fácil de realizar em um site WordPress. Está incluído um guia sobre como adicionar esse tipo de link. 

#6 – Os pop-ups valem a pena?

A maioria dos sites WordPress usa pop-ups para aumentar os bancos de dados de boletins ou para envolver os usuários. Isso pode não ser uma má ideia se feito corretamente. Alguns sites tendem a enviar spam aos visitantes com pop-ups e ofertas irritantes. Esses pop-ups diminuem a experiência do usuário e tornam o site insuportável de usar.

Um estudo realizado em 2013 revelou que 70% dos usuários acham irritantes pop-ups irrelevantes. Onde você traça o limite para adicionar um pop-up? O crescimento do seu banco de dados de newsletters vale o aumento na taxa de rejeição?

Objetivamente falando, seu site ainda funcionará corretamente sem pop-ups. Uma coisa que você pode fazer que ajudará é definir sua estratégia de pop-up de acordo com sua taxa de rejeição. Se sua taxa de rejeição for boa ou ótima, você pode permitir um uso limitado de pop-ups. Se não for e você quiser melhorá-lo, basta descartar os pop-ups e ver se pode reintroduzi-los em alguns meses.

#7 – Tenha um site responsivo

Wordpress logo
WordPress logo

Ter um site compatível com dispositivos móveis é uma obrigação hoje em dia. Não acredite em nós? Vamos verificar as estatísticas.

De acordo com a TechHive, 68% de todas as “curtidas” no Facebook vêm de dispositivos móveis. 73% de todas as fotos compartilhadas e carregadas do Facebook e impressionantes 88% de todas as fotos compartilhadas e carregadas no Twitter vieram de telefones. 90% dos links compartilhados no Twitter também vieram de dispositivos móveis.

Quase metade de todos os e-mails são abertos em um dispositivo móvel. Você precisa integrar o celular em seus esforços de marketing. Isso inclui seu site, um boletim informativo otimizado para celular, códigos QR em cartões de visita, folhetos ou qualquer outra campanha que você esteja executando.

Seu site é compatível com dispositivos móveis? Você testou em tablets, telefones e outros dispositivos? Ele é exibido corretamente? Os visitantes precisam aumentar o zoom para poder ler seu conteúdo? Sua alta taxa de rejeição pode estar ligada à falta de compatibilidade com dispositivos móveis, mas pode ficar ainda pior do que isso. A compatibilidade com dispositivos móveis também é um fator de classificação no Google. Isso significa que você não está apenas perdendo clientes móveis valiosos, mas também sua classificação de SEO.

Como verificar se o seu site WordPress é compatível com dispositivos móveis:

-Acesse a ferramenta de teste de compatibilidade com dispositivos móveis
do Google -Introduza o URL do seu site
-Clique em “Analisar” e aguarde os resultados

Se o seu site não for compatível com dispositivos móveis, você pode torná-lo responsivo usando um plug-in que ativa seu tema móvel. Se você deseja começar a criar um novo site, é uma boa ideia escolher um tema compatível com dispositivos móveis desde o início.

#8 Escreva meta descrições exclusivas para seus visitantes

As meta descrições também são frequentemente ignoradas e apenas alguns sites escrevem meta descrições exclusivas para cada uma de suas páginas. Ao não manter as meta descrições em perspectiva, você está se preparando para uma baixa taxa de cliques e uma alta taxa de rejeição. Aqui estão 3 dicas sobre como escrever ótimas meta descrições para suas páginas.

– Sua meta descrição deve ter em torno de 150-250 caracteres.
– Você deve incluir sua palavra-chave segmentada na descrição apenas uma vez. O preenchimento de palavras-chave é uma prática ruim.
– Inclua um call to action na meta descrição.

#9 Comece a segmentar palavras-chave com tráfego de alto valor

A pesquisa adequada é a base de seus esforços de marketing de conteúdo. Escolher as palavras-chave certas pode fazer ou quebrar sua campanha. 

Quando falamos de palavras-chave de alto valor, não estamos nos referindo apenas ao número de pesquisas mensais, mas a uma mistura de valor de conversão de uma palavra-chave específica, valor de tráfego, valor de marca e valor de persona. As palavras-chave podem ser informativas ou comerciais.

Palavras-chave informativas podem ser usadas para criar reconhecimento para um produto ou serviço específico. Por exemplo, “retorno do investimento imobiliário 2018” pode ser uma palavra-chave informativa.

As palavras-chave comerciais são mais focadas na compra de um produto ou serviço específico. Essas palavras-chave tendem a ter melhores taxas de conversão e rejeição, pois estão atraindo clientes, não apenas visitantes.

Ao criar conteúdo aprofundado com palavras-chave comerciais, você está segmentando clientes comprometidos.

#10 – Mantenha seu blog atualizado com conteúdo relevante

Um estudo da HubSpot revelou que as empresas que atualizam regularmente seu blog com conteúdo relevante gerarão 126% mais leads do que empresas que negligenciam seu blog e leitores.

Mas o que é “conteúdo relevante”? O conteúdo relevante precisa ser atraente e fácil de ler, mas prático o suficiente para ser aplicado também. Seus leitores estão procurando respostas para um problema específico que estão enfrentando. Idealmente, você escreveria conteúdo que incluísse dicas implementáveis ??que produzissem resultados, por exemplo, resolvessem o problema.

Um bom conteúdo fresco também cria confiança na marca e o diferencia como especialista em seu respectivo campo.

Conclusão

Estas são as melhores maneiras de melhorar sua taxa de rejeição em um site WordPress. Ao aplicar essas dicas, você não apenas aumenta a taxa geral de conversão do seu site, mas também faz bom uso do seu blog, gerando leads valiosos e proporcionando uma melhor experiência de navegação para seus visitantes. Mantendo-se fiel ao seu público. Satisfaça suas necessidades uma e outra vez. 

Este é o caminho mais rápido para o sucesso.

Escrito por Portalpower

É pai de família, full stack na vida, gamer, apaixonado por tecnologia, gosta de silêncio e brownie com café ou Coca-Cola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.