Maiores médias de público do Brasileirão na era dos pontos corridos (2003-2021)

Confira a média de público do Brasileirão na era dos pontos corridos

As médias de público do Campeonato Brasileiro na era dos pontos corridos têm variado ao longo dos anos. No entanto, algumas equipes e estádios são conhecidos por atrair um grande número de torcedores em seus jogos em casa. Vale ressaltar que as médias de público podem sofrer influência de vários fatores, como o desempenho da equipe, a capacidade do estádio e a localização geográfica.

Aqui estão algumas das maiores médias de público registradas durante a era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro:

  1. Flamengo: O Flamengo é uma das equipes que tradicionalmente atrai um grande número de torcedores. Durante a era dos pontos corridos, o clube carioca teve algumas das maiores médias de público. Em 2019, por exemplo, o Flamengo registrou uma média de aproximadamente 56.000 torcedores por partida.
  2. Corinthians: O Corinthians também possui uma grande torcida e costuma ter médias de público expressivas. Em 2015, ano em que conquistou o título brasileiro, o clube paulista registrou uma média de aproximadamente 33.000 torcedores por jogo.
  3. São Paulo: O São Paulo, outro clube tradicional do futebol brasileiro, também já teve médias de público significativas. Em 2006, quando conquistou o tricampeonato brasileiro, o São Paulo teve uma média de aproximadamente 30.000 torcedores por partida.
  4. Internacional: O Internacional, clube gaúcho, é conhecido por sua apaixonada torcida. Em 2010, quando foi campeão brasileiro, o Internacional registrou uma média de aproximadamente 29.000 torcedores por jogo.
  5. Grêmio: O Grêmio, arquirrival do Internacional, também já teve boas médias de público. Em 2008, quando foi campeão da Copa Libertadores, o clube gaúcho teve uma média de aproximadamente 24.000 torcedores por partida.

É importante ressaltar que esses números podem variar de ano para ano e dependem de vários fatores, como o desempenho das equipes e a capacidade dos estádios. Além disso, a média de público do Brasileirão tem sido afetada nos últimos anos por restrições de público devido à pandemia de COVID-19, o que pode ter impactado os números mais recentes.

flamengo
flamengo

59.285 – Flamengo 2019
51.224 – Flamengo 2018
[42.300] – Atlético-MG 2021
41.553 – Flamengo 2009
40.694 – Flamengo 2008
40.007 – Corinthians 2017
39.221 – Flamengo 2007
39.214 – Atlético-MG 2009

Vale ressaltar que o Maracanã ficou fechado em 2010, 2011, 2012 e 2013, parte de 2016, 2020 e 2021. Isso explica não ter mais anos do Flamengo aí.

Confira também, os maiores públicos da história do futebol

Maiores médias de público no Robertão (1967-1970) e no Brasileirão (1971-2021):

Mais vezes:
14 – Flamengo
[10] – Atlético-MG
10 – Corinthians
6 – Bahia
6 – Cruzeiro
2 – Fluminense
2 – Internacional
2 – Vasco
1 – Grêmio
1 – Palmeiras

fonte rodolfo1975

MENORES MÉDIAS DE PÚBLICO DO BRASILEIRÃO NA ERA DOS PONTOS CORRIDOS

Na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro, algumas equipes e estádios registraram médias de público mais baixas. É importante destacar que as médias de público podem variar de ano para ano e são influenciadas por vários fatores, como o desempenho das equipes, a capacidade dos estádios e a localização geográfica.

Aqui estão algumas das menores médias de público registradas durante a era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro:

  1. América-RN: O América-RN é um clube que teve médias de público historicamente baixas na competição. Em algumas temporadas, o clube registrou médias abaixo de 1.000 torcedores por jogo.
  2. Criciúma: O Criciúma, clube catarinense, também já teve médias de público relativamente baixas. Em alguns anos, o clube registrou médias próximas de 2.000 torcedores por partida.
  3. Avaí: O Avaí, outro clube catarinense, teve médias de público modestas ao longo da era dos pontos corridos. Em algumas temporadas, o clube registrou médias próximas de 3.000 torcedores por jogo.
  4. Atlético-GO: O Atlético-GO é outro clube que já teve médias de público mais baixas no Brasileirão. Em algumas temporadas, o clube registrou médias próximas de 4.000 torcedores por partida.
  5. Chapecoense: A Chapecoense, clube de Santa Catarina, também já teve médias de público relativamente baixas. Em alguns anos, o clube registrou médias próximas de 5.000 torcedores por jogo.

Vale ressaltar que essas são apenas algumas das equipes que tiveram médias de público mais baixas, e os números podem variar de acordo com a temporada e outras circunstâncias específicas de cada clube.

Escrito por Portalpower

É pai de família, full stack na vida, gamer, apaixonado por tecnologia, gosta de silêncio e brownie com café ou Coca-Cola.

Um comentário

Deixe uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *